segunda-feira, 24 de abril de 2017

ATENÇÃO AGENTES PENITENCIÁRIOS DE JUIZ DE FORA E REGIÃO, FILIADOS AO SINDASPMG

0 SINDASPMG SUBSEDE/JF, SEGUINDO ORIENTAÇÕES DA FENASPEN, CONVOCA OS AGENTES PENITENCIÁRIOS PARA A CARAVANA DA VERDADE COM DESTINO A BRASÍLIA.

IREMOS ACAMPAR EM FRENTE AO CONGRESSO NACIONAL NOS DIAS 02 E 03 DE MAIO, E PRECIONAR OS PARLAMENTARES PARA QUE NÓS AGENTES PRISIONAIS TENHAMOS O MESMO TRATAMENTO QUE AS POLÍCIAS NO PROJETO DE REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

AS VAGAS SERÃO PREENCHIDAS PREFERENCIALMENTE POR AGENTES FILIADOS AO SINDASPMG DA REGIÃO DA SUBSEDE/JF.

OS INTERESSADOS DEVEM FAZER SUAS RESERVAS DIRETAMENTE NA SUBSEDE/JF.


FONTE: SINDASPMG SUBSEDE/JF

sexta-feira, 21 de abril de 2017

🚨 ATENÇÃO AGENTES PENITENCIÁRIOS DE JUIZ DE FORA 🚨


quarta-feira, 19 de abril de 2017

Fomos enganados, chegou a hora de parar o Sistema Prisional nacional



SEM APOSENTADORIA ESPECIAL;
SEM PARIDADE;
SEM RECONHECIMENTO!

ESTÃO DESACREDITANDO DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DO BRASIL!



 http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/TRABALHO-E-PREVIDENCIA/530226-RELATOR-DA-PREVIDENCIA-EXCLUI-AGENTES-PENITENCIARIOS-DAS-REGRAS-ESPECIAIS-DOS-POLICIAIS-CIVIS.html

quarta-feira, 12 de abril de 2017

SINDASPMG SUBSEDE/JF APRESENTARÁ CONVÊNIO DE SAÚDE COM PREÇOS ESPECIAIS


ATENÇÃO AGENTES PENITENCIÁRIOS DE JUIZ DE FORA/MG E REGIÃO



  O SINDASPMG SUBSEDE/JF, CONVIDA TODOS AGENTES PENITENCIÁRIOS PARA APRESENTAÇÃO DO CONVÊNIO COM OS PLANOS DE SAÚDE (VITALLIS E BRADESCO SAÚDE).

OS INTERESSADOS DEVEM TRAZER OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

- RG, CPF ou CNH;
- ÚLTIMO CONTRACHEQUE;
- COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA.


LOCAL: SINDASPMG SUBSDE/JF
RUA: FLORIANO PEIXOTO Nº42 SALA 301
CENTRO - JUIZ DE FORA/MG


FONTE: SINDASPMG SUBSEDE/JF


sexta-feira, 7 de abril de 2017

Seis detentos são mortos em presídio de Manaus

Foto Ilustrativa
Seis presos foram mortos nesta sexta-feira, 7, na Unidade Prisional da Puraquequara (UPP), na zona leste de Manaus, segundo informações da Agência Brasil. De acordo com o governo estadual, não houve motim ou rebelião na cadeia.
A Polícia Militar do Amazonas faz a contagem de internos no presídio e agentes da Polícia Civil interrogam detentos presos nas celas onde os crimes ocorreram. A unidade também passa por perícia após as mortes, nesta sexta.
A Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap) informou, em nota, a identidade das vítimas: Janderson Araújo da Silva - conhecido como Boca Rica, Leonardo Almeida de Souza, Marcos Henrique Neves de Lima, Tiago de Araújo, Felipe Xavier Oliveira e Felipe Gonçalves Marques.
No início deste ano, quatro presos foram mortos no presídio. Uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, também no início do ano, resultou na morte de 56 presos.

Fonte:http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/seis-detentos-s%c3%a3o-mortos-em-pres%c3%addio-de-manaus/ar-BBzy0Dj?li=AAkXvDK&ocid=spartandhp

domingo, 2 de abril de 2017

Cadeia de Carandaí é desativada e detentos são transferidos pelo estado

Detentos de Carandaí foram encaminhados para outras cidades (Foto: Anderson Silva/G1)


A Cadeia Pública de Carandaí foi desativada na tarde desta sexta-feira (31) e todos os detentos foram transferidos para unidades prisionais de Juiz de Fora, Barbacena e São João del Rei. De acordo com agentes que auxiliam na ação, 39 presos, sendo 35 homens e quatro mulheres foram levados do município do Campo das Vertentes. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) para saber o motivo e mais detalhes sobre a desativação e aguarda retorno.
Cadeias já desativadas
Desde junho de 2016 a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) promove as transferências de detentos entre cidades da Zona da Mata, através de um programa de assunção da custódia de presos da Polícia Civil.
Todo o processo em Minas Gerais abrange 89 unidades e cerca de 4.300 presos. Ao final das mudanças, nenhuma cadeia ou presídio deve permanecer sob a responsabilidade da Polícia Civil no Estado.
De acordo com a pasta, já foram desativadas as cadeias de Mar de Espanha, Pirapetinga, Rio Preto, Tombos e Lima Duarte. Na agenda, ainda estão as de Miradouro e Andrelândia. Em Matias Barbosa, Rio Pomba e Além Paraíba a administração das cadeias passou da Polícia Civil para a Seap, que também deve assumir as de Barroso e Divino.
O último caso na região foi o fechamento da cadeia de Lima Duarte, no dia 21 de fevereiro, quando, de acordo com a Polícia Militar (PM), que auxiliou na transferência, todos os detentos foram para três unidades de Juiz de Fora.
Quando as cadeias são desativadas, os presos são transferidos para unidades prisionais administradas pela secretaria, sejam elas da mesma comarca ou não.

Fonte:http://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2017/03/cadeia-de-carandai-e-desativada-e-detentos-sao-transferidos-pelo-estado.html

quinta-feira, 30 de março de 2017

Declaração de Bens e Valores Servidores Públicos de Minas Gerais

Está na hora de fazer a sua Declaração de Bens e Valores. A partir de 1º de abril, todos as servidoras e servidores públicos estaduais deverão declarar seus bens. A medida é estabelecida pelo Decreto nº 46.933/2016, e complementa as entregas já exigidas no ato da posse e quando o servidor deixa o cargo, emprego ou função.
A exigência da declaração anual faz parte de uma série de ações da Controladoria-Geral do Estado para prevenir e combater a corrupção e promover a integridade funcional na Administração Pública Estadual. É um instrumento importante para o acompanhamento das evoluções patrimoniais dos servidores públicos. Por meio dela, é possível, por exemplo, identificar ao longo dos anos casos de enriquecimento ilícito.

Quem deve declarar?

Todos os agentes públicos estaduais no exercício de mandatos, cargos, funções ou empregos em órgãos da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo do Estado, incluindo as entidades de personalidade jurídica de direito privado controladas pelo Poder Público, deverão efetuar a declaração anual de bens e valores. Servidores aposentados estão isentos da apresentação da declaração.

Qual o prazo para declarar?

O período para envio da declaração será entre 1º de abril e 31 de maio de 2017.

O que deve ser declarado?

Todos os bens e valores de propriedade do servidor, como imóveis, móveis, dinheiro, títulos, ações, investimentos financeiros, participações societárias e qualquer outra espécie de bens e valores patrimoniais existentes no país ou no exterior deverão ser informados.
A declaração também se estende a outras pessoas da família do servidor, como filhos. O servidor deverá declarar os bens do cônjuge adquiridos após o casamento, caso o regime de bens seja o de comunhão parcial de bens. Se o regime for de comunhão universal de bens, todos os bens do cônjuge deverão ser declarados. Os bens que estiverem em nome do cônjuge devem ser especificados no campo “Descrição”.


FONTE: http://www.controladoriageral.mg.gov.br/component/gmg/page/341-e-hora-de-fazer-sua-declaracao-de-bens-e-valores

Diretor do presídio de Andradas é preso na Operação Navalha


Ministério Público e Polícia Civil investigam possíveis irregularidades na unidade prisional.

Uma operação desencadeada pelo Ministério Público e a Polícia Civil durante a manhã desta quinta-feira (30), prendeu o diretor do presídio de Andradas, Douglas Fernando Cussolin Pelagaldi, por porte ilegal de armas. A ação ainda está investigando supostas irregularidades cometidas dentro da unidade.

Logo pela manhã foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, expedidos para a casa do diretor, uma escola de idiomas da esposa dele, a casa de um agente penitenciário e o próprio presídio. As ações envolveram policiais de toda região, coordenados pelo delegado de Botelhos, Tiago Moreira, que investiga o caso junto do MP.
A operação investigaria supostos desvios de materiais do presídio de Andradas. Segundo o delegado, também estão sendo averiguadas possíveis irregularidades na prestação de contas das verbas públicas disponibilizadas ao presídio. O processo segue em segredo de justiça.
O diretor foi preso com uma arma pertencente ao estado. Ele não tem autorização legal para porte de arma de uso restrito e vai responder por este crime em liberdade, graças a uma decisão judicial após o recolhimento de fiança de cinco salários mínimos.
A Polícia Civil representou pelo afastamento cautelar de Pelagaldi das funções públicas, bem como do agente penitenciário, até o fim das investigações. Ambos já foram afastados.
Agora todo o material apreendido será periciado para a conclusão do inquérito.

FONTE: http://www.pocosja.com.br/cidade/2017/03/30/diretor-do-presidio-de-andradas-e-preso-na-operacao-navalha/#.WN1ljUWBzfw.twitter